Património Florestal

Bem-vindo à Quinta da Serra e ao seu misterioso tesouro florestal!

A história da Quinta da Serra remonta o primeiro quartel do séc. XIX. Esta foi mandada construir pelo cônsul Inglês Henry Veitch. Atualmente ainda existem diversas evidências deste tempo, o exemplo mais visível é o edifício inicial a que chamamos “casa-mãe”. Contudo existem outros monumentos históricos menos conhecidos, alguns deles provavelmente já existiam naquele local antes mesmo da construção da casa-mãe e que muitas vezes nos passam despercebidos quando passeamos pela Quinta. Trata-se do seu património florestal, este património inclui, além de espécies raras pertencentes à Floresta Laurissilva, outras espécies que foram introduzidas pelo Homem à medida que este se foi instalando neste território.

 Em 2008, a Secretaria Regional do Ambiente e dos Recursos Naturais, promoveu através da Direção Regional de Florestas, um levantamento que deu origem a uma publicação intitulada “Árvores Monumentais e Emblemáticas da Madeira”. Neste Livro podemos encontrar as árvores mais imponentes e fascinantes da Região Autónoma da Madeira. Este está estruturado em vários capítulos, cada um correspondente a um concelho. Das 12 árvores com a classificação de Monumentais e Emblemáticas identificadas no Município de Câmara de Lobos, 8 pertencem à Quinta da Serra. Supomos que estas árvores tenham pelo menos 200 anos de idade (Domingues e outros, 2008).

Assim, ao visitar-nos poderá conhecer mais de perto estes raros monumentos vivos preservados pelo Homem e gerados pela Natureza.

Bibliografia:

  • Domingues M.A., Barreto D.O., Castro P.N., Figueira P.G. 2008 Árvores Monumentais e Emblemáticas da Madeira, Direção Regional de Florestas.
VeriSign Secured, McAfee Secure, W3C CSS compliant
GuestCentric - Hotel website & booking technology
Quinta da Serra, Estrada do Chote Nº 4 - Jardim da Serra, Madeira 9325-140 Portugal, Camara de Lobos - T. +351291640120